ÓRGÃO DE TUBOS

Sem categoria

É uma grande alegria que tenhamos um órgão de tubos na nossa igreja. Não é, ainda, o grande órgão que um dia teremos no coro alto (para esse serão precisos 250,000,00€… sim, são muitos zeros…). É um órgão de coro que ficará situado perto do lugar onde canta o coro.
O órgão é de origem alemã, que tem a maior fama na construção de órgãos e foi feito por uma grande e famosa empresa, a Georg Jann, a mesma que construiu o grande órgão da nossa Catedral do Porto, e que tem outros pequenos órgãos espalhados por Portugal.

O nosso órgão foi construído para a Universidade Católica como instrumento de estudo e agora vai sofrer algumas adaptações para a nossa igreja. Convém lembrar que os órgãos devem ser construídos como peças à medida para cada espaço e conforme as condições de cada igreja. No nosso caso, não sendo um órgão novo, serão feitas as necessárias adaptações para soar e encher de música a nossa igreja com os seus sete registos.

Este instrumento magnífico é o mais semelhante à voz humana: um conjunto de cerca de 500 tubos de diferentes tamanhos, calibres e materiais que emite os respetivos sons de forma acústica, isto é, pela simples passagem de ar, com a necessária pressão, através do tubo. É, portanto, um instrumento “natural”, simples na sua idealização mas muito complexo na sua realização e montagem.

Quem nos está a fazer o trabalho de transporte, montagem, afinação e intonação é o conhecido organeiro Dinarte Machado que tem muitos trabalhos em Portugal e no estrangeiro com grande qualidade. Tem a sede em Mafra e é o responsável, entre outros, pelos órgãos históricos do Real Convento de Mafra.
O órgão vai ser benzido na Eucaristia às 11.00 H. no dia 24 de Dezembro e será inaugurado nesse mesmo dia (noite) na Missa do Galo, às 24.00 H.
Depois de o ouvirem, verão que não custa nada ajudar a pagá-lo…
Em breve faremos um Concerto para o apreciarmos melhor.

Comentários fechados em ÓRGÃO DE TUBOS