MÊS DE MARIA – ORAÇÃO DO TERÇO

Sem categoria

Na devoção a Nossa Senhora praticada durante o Mês de Maria, teve sempre grande incremento, entre nós, a recitação do Terço. Mas, depois das aparições da Virgem do Rosário, em Fátima, esta devoção, que já era praticada nas comunidades paroquiais e, sobretudo, nas famílias, recebeu um grande incremento na prática devocional das nossas gentes. Infelizmente, nos últimos tempos, tem andado muito esquecida e foi abandonada, no todo, ou em parte, por muitos cristãos, famílias e comunidades.
Na sua Carta apostólica, sobre o Rosário, o Papa coloca-o no interior das nossas preocupações pastorais com as famílias, e diz: “O relançamento do Rosário nas famílias cristãs, no âmbito de uma pastoral mais ampla da família, propõe-se como ajuda eficaz para conter os efeitos devastantes desta crise da nossa época. E acrescenta: “ Outrora, esta oração era particularmente amada pelas famílias cristãs e favorecia certamente a sua união. É preciso não deixar perder esta preciosa herança. Importa voltar a rezar em família e pelas famílias, servindo-se ainda desta forma de oração. Hoje os membros das famílias não conseguem encontrar-se, “e os raros momentos para isso acabam infelizmente absorvidos pelas imagens duma televisão. Retomar a recitação do Rosário em família significa inserir na vida diária, imagens bem diferentes – as do mistério que salva. Assim sendo, exorto, vivamente, todos os casais católicos a experimentarem, durante este mês de Maio, fazer uma pausa para a oração em família. Onde, e quando for possível, recite-se o Terço do Rosário; se isso for impossível, não deixem as famílias de rezar, pelo menos, uma Dezena do terço, em conjunto, pelas grandes intenções acima apontadas.

Sem comentários

Deixe uma resposta

Allowed tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>